Ls Trés Armanos

Este testo ye tamien ũa houmenaige a las pessonas que, ne ls anhos 50 e 60 de l seclo passado, ou seia, na mie anfáncia, coinci an Angueira. Zafertunadamente, uns tubírun qu’eimigrar cun las sues famílias pa l Brasil i outros, uns anhos apuis, tamien pa la Fráncia i la Spanha. Ne ls anhos cinquenta […]

Angueira, um Jogo de Sedução

NOTA: este texto é a tradução, com ligeiras adaptações, da versão que, em Mirandês e com o título “Angueira, la Sedutora”, no passado mês de junho, publiquei neste blogue. Começando por lhe apresentar Angueira, antes de mais, vou dizer-lhe um segredo: a povoação é tão recatada que não se deixa ver de nenhuma outra em […]

Angueira, la Sedutora

Çculpai-me por bos tener falado tantas bezes d’Angueira sin que, por çcuido miu, bos la tenga apersentado. Antes de mais, bou a dezir-bos un segredo: la poboaçon d’Angueira ye tan recatada que nun se deixa ber de ningun pobo al sou redor! Se bos ponirdes a spreitá-la doutro pobo, bezino ou mais çtante ou seia […]

Lhibro d’Horas (Miguel Torga)

Livro de Horas (an Mirandés) Eiqui, delantre de mi,you, pecador, me cunfessode ser assi cumo sou.Me cunfesso l buono i l maloque ban al timon de l barconeste a la deriba an que bou. Me cunfessopossessode bertudes teologales,que son trés, i de ls pecados mortales,que son siete,quando la tierra nun repiteque son mais. Me cunfessol […]

Cántico Negro (José Régio)

(Traduçon pa Mirandés de l “Cântico Negro” de “José Régio”) “Ben por eiqui” — dízen-me alguns cun uolhos doces, Stendendo-me ls braços, i siguros De que serie buono que you les scuitasse Quando me dízen: “ben por eiqui”! You oulho-los cun uolhos fadigados, (Hai, ne ls mius uolhos, ironias i cansaços) I cruzo ls braços, […]